EPB ENGENHARIA

1616383649058670 2
04
jul 22
São atmosferas explosivas ou inflamáveis por conta da presença de gases, vapores, poeiras ou fibras. Minas e Posto de combustível são exemplos de Áreas Classificadas.
Não há uma Norma Regulamentadora especifica que fala sobre Áreas Classificadas, mas dentro das NR’s 10 e 33 são citadas algumas informações referentes às Áreas classificadas.
Os materiais, peças, dispositivos, equipamentos e sistemas destinados à aplicação em instalações elétricas de ambientes com atmosferas potencialmente explosivas devem ser avaliados quanto à sua conformidade, no âmbito do Sistema Brasileiro de Certificação.
E também, em áreas classificadas os equipamentos devem estar certificados ou possuir documento contemplado no âmbito do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade – INMETRO.
Todo o sistema de iluminação de uma área classificada deve ser “EX” Anti Explosão. Se for usado rádio para comunicação, lanterna ou qualquer outro equipamento que possa soltar centelha ou faísca, ele também deve ser EX – Anti Explosão.
O que é uma Atmosfera Explosiva?
Atmosfera explosiva: mistura com o ar, sob condições atmosféricas, de substâncias inflamáveis na forma de gás, vapor, névoa, poeira ou fibras, na qual após a ignição, a combustão se propaga através da mistura.
Instalações elétricas em Hazardous Areas
Nas instalações elétricas de áreas classificadas ou sujeitas a risco acentuado de incêndio ou explosões, devem ser adotados dispositivos de proteção, como alarme e seccionamento automático para prevenir sobretensões, sobrecorrentes, falhas de isolamento, aquecimentos ou outras condições anormais de operação.
Os serviços em instalações elétricas nas áreas classificadas somente poderão ser realizados mediante permissão para o trabalho com liberação formalizada, conforme estabelece o subitem 10.5 (da NR 10) ou supressão do agente de risco que determina a classificação da área.
Tipos de Zoneamentos
Para facilitar a Classificação das Áreas de riscos, são usados dois tipos de zoneamento. O primeiro zoneamento é usado para estabelecimentos que trabalhem com atividades de Gases e Vapores. A segunda forma de zoneamento é usada para estabelecimentos que trabalhem com atividades de Poeiras e Fibras.
Zoneamentos (0, 1 e 2) – Gases e Vapores
Em uma planta industrial, como uma refinaria ou instalação de processo químico, a manipulação de grandes quantidades de líquidos e gases inflamáveis cria um risco de vazamentos. Em alguns casos, o gás, vapor ou pó inflamável está presente o tempo todo ou por longos períodos. Gases e Vapores estão presentes em Postos de Combustíveis – por exemplo.
Zona 0 – Local onde a ocorrência de mistura inflamável/explosiva por gases ou vapores é continua ou existe por longos períodos.
 Zona 1 – É um local onde a atmosfera explosiva está presente em forma ocasional e em condições normais de operação, sendo normalmente geradas por fontes de risco de grau primário.
 Zona 2 – É um local onde a atmosfera explosiva está presente somente em condições anormais de operação e persiste somente por curtos períodos de tempo, sendo geradas normalmente por fontes de risco de grau secundário.
Zoneamentos (20,21 e 22) – Poeiras e Fibras
Poeiras e Fibras ficam suspensas no ar e podem acabar explodindo. Para classifica-lós, é usado um sistema numérico que foi implementado no Reino Unido e pelo DSEAR (Dangerous Substances and Explosive Atmospheres). Poeiras e Fibras estão presentes em refinarias – por exemplo.
Zona 20 – É um local em que a atmosfera explosiva, em forma de nuvem de poeira, está presente de forma permanente, por longos períodos ou ainda frequentemente (estas zonas, igual que gases e vapores, são gerados por fontes de risco de grau contínuo).
Zona 21 – É um local em que a atmosfera explosiva em forma de nuvem de pó está presente em forma ocasional, em condições normais de operação da unidade (estas zonas, igual que gases e vapores, são gerados por fontes de risco de grau primário).
 Zona 22 – É um local onde a atmosfera explosiva em forma de nuvem de pó existirá somente em condições anormais de operação e se existir será somente por curto período de tempo (estas zonas, igual que gases e vapores, são gerados por fontes de risco de grau secundário).
A EPB ENGENHARIA presta consultoria na identificação de áreas classificadas.
Grande Abraço
Eduardo Barrozo

Deixe um comentário

ÚLTIMOS POSTS

avcb
Auditoria de segurança do trabalho
Leia Mais
NR12 A implementação é possível com um passo de cada vez. Uma explanação técnica!!!
Leia Mais
Polish 20210603 023316217
Inspeções Industriais em PCVs, Manômetros e Manovacuômetro
Leia Mais
Laudo de Inspeção Predial
Leia Mais
Screenshot 20230203 191155 Google
Laudo SPDA
Leia Mais
b1
Leia Mais
10
Laudo Nr20. Inspeções em áreas de líquidos inflamáveis
Leia Mais
11
Leia Mais
n12 5
Leia Mais
Sistemas de combate à incêndio.
Projeto Sistemas de combate à incêndio.
Leia Mais
Polish 20210603 024426404
Leia Mais
p1
Projetos industriais
Leia Mais
p8
COMO PROJETAR SUA INDÚSTRIA, USINA OU SEDES DE FAZENDAS? SOMOS ESPECIALISTAS EM PROJETOS ESTRUTURAL – METÁLICA, ELETRICA E CIVIL!
Leia Mais
10
Laudos e prontuários nr20
Leia Mais
r14
Projetos e Inspeções em Silos de Armazenagem
Leia Mais
Polish 20210603 024426404
Os 5 itens mais autuados na NR 12
Leia Mais
b1
NR12 A implantação é possível com um passo de cada vez!
Leia Mais
t1
TOPOGRAFIA COM ESTAÇÃO TOTAL E RTK – GPS EM FAZENDAS, USINAS E INDÚSTRIAS
Leia Mais
×