EPB ENGENHARIA

1624980265406927 13
04
jul 22

Fazendas e Usinas: Saindo com segurança em espaços confinados conforme a NBR16577.

 

A EPB Engenharia sempre se preocupou com o planejamento e o treinamento do resgate em espaço confinado.  Sabemos que podem ajudar a evitar resultados trágicos em momentos de sinistros ocorridos dentro de um Espaço confinado.

 

Planos adequados de resgate e recuperação, muitas vezes, não são criados para espaços confinados, como é demonstrado pelas mais de 100 mortes que ocorrem anualmente em espaços confinados nos Estados Unidos, de acordo com o Bureau of Labor and Statistics. Em quase todos esses acidentes, as investigações da NIOSH revelam que não havia planos de resgate. A OSHA exige que exista um plano de recuperação e resgate específico definido e documentado para o seu espaço confinado antes que seja feita qualquer entrada ou trabalho dentro desses tipos de espaços. No Brasil, a NR-33 e a NBR16577 definem os parâmetros para realização de trabalho em espaço confinado, incluindo a necessidade de um plano de resgate.

 

Um plano detalhado de recuperação e resgate é um passo essencial para estar preparado para o trabalho em ambientes de alto risco. O resgate precisará ser realizado por alguém que tenha concluído o treinamento adequado e que compreenda como selecionar e usar equipamentos de proteção individual (EPI) e outras ferramentas ou equipamentos que serão necessários.

Vamos explorar isso mais um pouco neste artigo, observando estas questões:

  • O que é um plano de resgate e o que compreende um plano completo?
  • Que treinamento é necessário para realizar o resgate/recuperação de um espaço confinado?
  • Que tipos de resgate/recuperação podem ser necessários?
  • Quais EPIs e outros produtos ou equipamentos serão necessários?
  • O que é uma revisão pós-resgate?

Antes de entrar em um espaço confinado, todos os envolvidos devem ser capazes de responder a essas perguntas.

 

Tenha um plano de resgate pronto antes de entrar em qualquer espaço confinado

Entre os muitos aspectos de um plano de resgate robusto, o plano deve no mínimo:

  • Descrever a localização do espaço confinado e o trabalho que será realizado dentro dele
  • Identificar o socorrista, a pessoa competente que estará à disposição
  • Definir o contato de emergência e os meios de comunicação que serão usados para manter contato com aqueles que estão no espaço confinado ou com qualquer pessoa envolvida, caso um resgate seja necessário
  • Fazer um plano de todas as tarefas antes do trabalho
  • Catalogar todos os equipamentos de resgate disponíveis e onde podem estar localizados, incluindo uma lista de verificação para inspeção minuciosa que avalie as condições e garanta seu funcionamento
  • Listar todos os fatores críticos de resgate, incluindo quaisquer riscos presentes
  • Registrar o procedimento de resposta, incluindo como notificar o contato de emergência, como fazer uma avaliação médica da pessoa presa dentro do espaço confinado e, se possível, como fazer com que o funcionário preso realize um auto-resgate ou as próximas etapas se isso não for possível

Um plano de resgate detalhado deve ser documentado, revisado por todos os indivíduos envolvidos na atividade e estar em vigor antes que qualquer pessoa entre ou comece a trabalhar em um espaço confinado. O plano de resgate também deve considerar uma avaliação de risco antes de qualquer entrada. Esses planos devem ser praticados como parte do treinamento para que todos saibam o que fazer se surgir uma situação de resgate e recuperação.

 

Você deve se manifestar e não entrar em um espaço confinado sem ter certeza de que há um plano sobre como reagir caso um resgate e recuperação sejam necessários.

Certifique-se de que você está devidamente treinado para fazer resgates

Antes de ser concedido qualquer acesso a um espaço confinado, você deve avaliar as necessidades da equipe de resgate e qual treinamento necessário para a equipe (ou indivíduo) realizar esta operação. Considere adequar o treinamento às funções específicas, incluindo:

  • Pessoa treinada para trabalho em espaços confinados, responsável pela realização das atividades dentro do espaço confinado.
  • Supervisor de espaços confinados que aprova e libera a Permissão de Entrada e Trabalho
  • Vigia responsável pelo acompanhamento do trabalho no espaço confinado
  • Socorrista especializado que pode realizar um resgate e recuperação em espaço confinado.

Seria importante que todos os socorristas recebam treinamento teórico e prático de reciclagem anual. Isso deve incluir a utilização de espaços e técnicas semelhantes às previstas em seu local de trabalho.

Você verá que o treinamento de resgate abrange uma ampla gama de informações relacionadas a condições perigosas e todos os tipos de equipamentos de resgate. Além disso, os socorristas também precisarão de treinamento para se preparar para tarefas relacionadas ao acesso a espaços confinados, como controle de descida, métodos de envolvimento do paciente, técnicas de desmontagem, armazenamento adequado de equipamentos, seleção e uso de âncoras adequadas, bem como lidar com riscos atmosféricos e respiratórios.

 

Para resgates que exigem entrada:

  • Todos os membros da equipe devem ser especialmente treinados
  • A equipe deve ter pelo menos um membro certificado em primeiros socorros
  • Os membros que ajudarão no resgate devem estar cientes do plano de resgate desse espaço confinado e rever tanto as avaliações de risco quanto de perigo que foram conduzidas para esse espaço específico

Um socorrista, seja interno ou externo, deve ter a capacidade de responder e realizar um resgate em espaço confinado em tempo hábil.

Tipos de resgate/recuperação

Existem diferentes tipos de resgates/recuperações que podem ser realizados, dependendo da situação que você e sua equipe estão enfrentando.

Auto-Resgate

O auto-resgate é exatamente o que parece. É quando você pode se auto-resgatar por seus próprios meios e pode usar equipamentos adequados que permitirão sua saída com segurança. Para isso, o auto-resgate requer que o trabalhador pare imediatamente o que está fazendo e saia do espaço confinado o mais rápido possível utilizando os meios disponíveis.

 

O auto-resgate deve ser realizado sempre que o próprio trabalhador interno identificar necessidade ou quando o vigia determinar que há um problema no espaço confinado. Isso pode incluir uma alteração potencialmente perigosa nas condições atmosféricas ou quando sinais de uma possível exposição crítica são observados. O auto-resgate também pode ocorrer se a pessoa que está entrando perceber que o EPI está com defeito, que a comunicação com o vigia foi cortada ou se surgir algum outro perigo que possa colocar o trabalhador em risco dentro do espaço confinado.

 

Resgate sem entrada

Se o auto-resgate não for uma opção, a próxima consideração deverá ser a possibilidade de fazer um resgate sem entrada. O resgate sem entrada ocorre quando um trabalhador fora do espaço não precisa entrar para ajudar um trabalhador a sair de um espaço confinado com segurança. Esse tipo de resgate geralmente requer atuação do vigia ou de uma equipe de resgate. Buscar uma opção de recuperação sem entrada é obrigatória, a menos que o equipamento de recuperação aumente o risco para o funcionário ou não contribua para o resgate.

 

A pessoa ou pessoas que ajudam o trabalhador a sair do espaço confinado muitas vezes precisam usar um sistema de recuperação composto pelos seguintes componentes:

  1. Sistemas de ancoragem, como guincho, monopé ou tripé
  2. Cinto paraquedista, usado pela pessoa que está entrando no espaço
  3. Dispositivos de conexão, como um guincho ou um trava-quedas retrátil

Esse tipo de resgate só é eficaz em espaços verticais ou horizontais simples. A abertura do espaço confinado deve acomodar o sistema de ancoragem e a superfície ao redor da abertura deve suportar o peso dela, além do peso da pessoa que está no espaço confinado. Se a pessoa que entrou no espaço estiver ferida ou não puder realizar um auto-resgate, o vigia poderá removê-la usando o sistema de recuperação. É nesse ponto que um sistema de recuperação com um auxílio mecânico se torna muito útil.

 

Se não fazer o auto-resgate ou um resgate sem entrada, será necessário um resgate com entrada. A equipe de resgate e recuperação devidamente treinada precisará ser chamada para realizar a saída das pessoas que entraram no espaço.

Resgate com entrada

Um resgate com entrada é necessário quando alguém não pode sair por conta própria e requer mais que apenas uma equipe do lado de fora para ajudar. Uma equipe de resgate pode ser composta por funcionários da empresa, incluindo serviços contratados externamente, uma equipe local de resposta a emergências ou o corpo de bombeiros. Importante ressaltar que a avaliação da atmosfera por detectores de gases deve ser sempre realizada antes da entrada da equipe de resgate para garantir que não haja risco de exposição a atmosferas inflamáveis e para verificar o nível de exposição respiratória e selecionar os equipamentos de proteção adequados.

 

A empresa é responsável pela segurança em trabalhos executados em espaço confinado em sua planta, portanto mesmo trabalhos realizados por trabalhadores terceirizados, a contratante é co-responsável. Desta forma, o empregador deve avaliar totalmente as capacidades e participar dos procedimentos das equipes de resgate e salvamento.

 

Revisão pós-resgate

Uma vez concluído o resgate, é importante rever como foi realizado e o que pode ser aprendido com a experiência. Será necessário fazer mudanças no plano de resgate se o espaço confinado for acessado no futuro? Seu EPI precisa ser inspecionado, alguma peça deve ser retirada de serviço ou será necessário solicitar EPIs diferentes ou novos?

EPI e outros equipamentos que você pode precisar

Como parte de um plano de resgate e da avaliação de risco realizada para cada entrada em espaço confinado, certifique-se de identificar quais EPIs e outros equipamentos são necessários. Além disso, certifique-se de ter tudo em estoque, que o equipamento esteja limpo e em boas condições de funcionamento.

 

Vale considerar os equipamentos básicos:

  • Sistemas de ancoragem, como guinchos, tripés e monopés
  • Suporte para o corpo e cinto paraquedista
  • Dispositivos de conexão, como trava-quedas retráteis e sistemas de recuperação
  • Detecção para monitoramento da atmosfera quanto à presença de gases, vapores, partículas, fumaças e outras substâncias perigosas
  • Proteção contra todos os riscos identificados, incluindo capacetes, óculos de segurança, proteção auditiva, dispositivos de comunicação, proteção respiratória, roupas que protegem o corpo contra produtos químicos e outros como luvas e calçados de segurança.
  • Cursos que ajudam a tomar conhecimento das técnicas adequadas

Você está preparado se um resgate ou recuperação se tornar necessário?

Identificar proativamente um plano de resgate adequado, buscar treinamento apropriado e identificar o equipamento certo muito antes de qualquer tentativa de resgate é crucial. Você precisa estar preparado para salvar alguém que tenha caído, sofrido mal súbito, esteja preso ou deixado de responder dentro de um espaço confinado por qualquer motivo.

 

Importantissimo a contratação de uma acessoria para que não fique nenhuma dúvida nestes momentos.

A EPB Engenharia oferece todo o apoio necessário para desenvolver planos de resgate, identificação e tratativas de seus espaços confinados.

Fale com um de nossos consultores

 

Eduardo Barrozo Engenheiro industrial mecânico e de segurança do trabalho. Diretor técnico da EPB Engenharia e Inspeções

Fonte: 3m do Brasil. Parceira EPB Engenharia

Deixe um comentário

ÚLTIMOS POSTS

avcb
Auditoria de segurança do trabalho
Leia Mais
NR12 A implementação é possível com um passo de cada vez. Uma explanação técnica!!!
Leia Mais
Polish 20210603 023316217
Inspeções Industriais em PCVs, Manômetros e Manovacuômetro
Leia Mais
Laudo de Inspeção Predial
Leia Mais
Screenshot 20230203 191155 Google
Laudo SPDA
Leia Mais
b1
Leia Mais
10
Laudo Nr20. Inspeções em áreas de líquidos inflamáveis
Leia Mais
11
Leia Mais
n12 5
Leia Mais
Sistemas de combate à incêndio.
Projeto Sistemas de combate à incêndio.
Leia Mais
Polish 20210603 024426404
Leia Mais
p1
Projetos industriais
Leia Mais
p8
COMO PROJETAR SUA INDÚSTRIA, USINA OU SEDES DE FAZENDAS? SOMOS ESPECIALISTAS EM PROJETOS ESTRUTURAL – METÁLICA, ELETRICA E CIVIL!
Leia Mais
10
Laudos e prontuários nr20
Leia Mais
r14
Projetos e Inspeções em Silos de Armazenagem
Leia Mais
Polish 20210603 024426404
Os 5 itens mais autuados na NR 12
Leia Mais
b1
NR12 A implantação é possível com um passo de cada vez!
Leia Mais
t1
TOPOGRAFIA COM ESTAÇÃO TOTAL E RTK – GPS EM FAZENDAS, USINAS E INDÚSTRIAS
Leia Mais
×